Artigos

O maior período da história, foi por muito tempo tratado como irrelevante ao estudo da ciência histórica desenvolvida no século XIX. Os historiadores criaram o termo pré-história, o conceituado como o tempo em que o homem não havia desenvolvido a escrita, por isso acreditavam que estes homens não teriam história. O conceito foi engendrado em 1851 e serviu para determinar que toda civilização que não tivesse o domínio da escrita, seria excluída da ciência histórica.

 

Com o surgimento da arqueologia como uma ciência consolidada e a formação de novas concepções da história a partir dos estudos realizados na escola dos Annales, os historiadores passaram a estudar a história com base em diversos tipos de fontes, sendo divididas em fontes materiais e imateriais. Com isso, os povos que não desenvolveram a tecnologia da escrita, passaram a ter a sua história considerada, cientificamente, graças a cultura material e imaterial desenvolvidas por elas.

 

Afinal, o homem já desenvolvia a sua própria história cerca de 7 milhões de anos antes dos primeiros povos criarem formas de comunicação escrita – lembrando que a escrita não foi feita apenas para se comunicar, mas também servia para armazenar dados importantes.

 

Este período da história não é tão bem delimitado geograficamente e temporalmente, podemos afirmar que em muitos lugares a pré história teve rumos parecidos, mas nem todos os povos tiveram caminhos comuns para o fim deste tempo histórico. Por isso usamos datas aproximadas quando nos referimos a história dos povos ágrafos.

 

Mas de forma geral, usamos o surgimento da escrita na Mesopotâmia como sendo o fator determinante para o fim da pré-história, dando início as primeiras civilizações e ao período histórico que chamamos de História Antiga.

 

Estudamos a pré-história entendendo que esta é a parte fundamental do desenvolvimento humano, pois esta seria mais de 99% da nossa própria história, segundo o arqueólogo americano, Braidwood.

 

Conceitos importantes:

 

• Escola dos Annales

Ampliou o quadro das pesquisas históricas ao abrir o campo da História para o estudo de atividades humanas até então pouco investigadas e privilegiando os métodos pluridisciplinares

 

• Cultura Material

O termo cultura material está relacionado com a finalidade ou sentido que os objetos têm para um povo numa cultura, ou seja, a importância e influência que exercem na definição da identidade cultural de uma sociedade.

 

• Cultura Imaterial

Patrimônio Cultural Imaterial. O Patrimônio Cultural Imaterial ou Intangível compreende as expressões de vida e tradições que comunidades, grupos e indivíduos em todas as partes do mundo recebem de seus ancestrais e passam seus conhecimentos a seus descendentes.

 

• História

Conjunto de conhecimentos relativos ao passado de uma sociedade ou individuo, sua evolução, segundo o lugar, à época e o ponto de vista escolhido.

 

• Arqueologia

É a ciência que, utilizando processos como coleta e escavação, estuda os costumes e culturas de indivíduos ou grupos humanos, através do vestígio material (fósseis, artefatos, monumentos etc.) deixado por estes povos.



O Homem é resultado do desenvolvimento histórico.

Comente abaixo sobre esse post:

Copyright © História Estúdio - 2019