Resenhas

Home > Resenhas > História da América > Uma breve Resenha sobre os Povos Pré Colombianos

13 out

Uma breve Resenha sobre os Povos Pré Colombianos

História da América Por: Jason Jr. Comentários

Você pode baixar o PDF completo com esta resenha e as questões aqui.

Antes dos europeus chegarem nas Américas já haviam grandes civilizações com desenvolvimento tecnológico e culturas complexas.

Acredita-se que haviam mais de 5 milhões de habitantes no continente, somando toda a população das principais civilizações americanas. Além dos milhões de nativos americanos que viviam em outras formas e estruturas de organização social (como os indígenas norte americanos e brasileiros).

Só no Brasil estima-se que existiam mais de 20 povos indígenas, 180 línguas e práticas culturais distintas entre elas.

Ao desembarcarem na América, os exploradores e conquistadores encontraram cidades complexas, povos que haviam desenvolvido conhecimentos matemáticos complexos, astronomia, arquitetura, agricultura, pecuária, os seus próprios sistemas de escrita e produziram calendários precisos que contribuíam para a agricultura e o desenvolvimento.

Mas três civilizações se destacavam por serem sociedades de produção de excedentes. Possibilitando um aumento populacional e diversificação de atividades, não ligadas diretamente a agricultura, levando a construção de grandes cidades com sociedades complexas, produção de conhecimento e hierarquização do trabalho.

Os Maias e Astecas se desenvolveram na região da América Central e uma parte no atual México, principalmente na península de Yucatán. Além destas duas civilizações também havia o Império Inca, localizado na região Andina (na cordilheira dos Andes), atualmente ocupando alguns países da América do Sul, como Peru e Chile. Vamos entender um pouco sobre estas sociedades:

Maiais: Se organizavam através de uma estrutura política descentralizada, suas idades tinham autonomia na organização. Semelhante as cidades-estados da Hélade (Grécia) Antiga. Provavelmente surgiram por volta do ano mil a.C., mas seu auge foi entre 200 d.C. e 900 d.C.

Eles criaram uma agricultura rotativa, o que possibilitava a produção de diversas culturas com um melhor aproveitamento do solo. Os principais produtos eram o milho (base da alimentação), o algodão, o cacau e o agave (produto utilizado como alimentos e também para bebidas alcoólicas como a Tequila).

Desenvolveram conhecimentos matemáticos e astronômicos, as contagens numéricas eram baseadas em unidades vigesimais e utilizavam o número zero. A observação do universo foi de extrema importância para criarem um calendário anual próximo aos utilizados hoje. Eles também acreditavam que a cada 52 anos haveria uma renovação criada pelos deuses, com isso criavam calendários também pensando nisso.

Eles eram politeístas, haviam diversos monumentos e edifícios erguidos para fins religiosos, como cerimonias e sacrifícios para agradecerem ou pedirem algo aos deuses.

Mas por algum motivo ainda não determinado cientificamente, esta civilização teve sua queda e o colapso por volta do século XIII.

Astecas: Desenvolveram um Império na América Central, conquistando e sincretizando diversos povos e culturas da região, como os Mexicas, Olmecas, Zapotecas e outros.

Construíram centros urbanos maiores e tinham a cidade mais importante da América, Tenochtitlán, que se localizava em uma ilha no lago Texcoco, na atual cidade do México. A fundação da cidade está ligada a um mito representado atualmente na bandeira mexicana. Segundo o mito, os astecas chegaram ao lago Texcoco e avistaram uma águia comendo uma serpente em cima de um cacto, o que representaria que eles teriam um grande futuro naquele local.

No auge de sua história, os astecas dominavam mais de 500 cidades e seu império abrigava mais de 15 milhões de pessoas. No topo da sua hierarquia ficava uma elite composta por militares, sendo seu líder o chefe maior dos exércitos astecas. Eram um povo beligerante, pois tinham o domínio da metalurgia, o que ajudou no desenvolvimento de ferramentas e armas mais fortes.

Outra atividade importante era a agricultura baseada no milho. Mas eles também cultivavam cacau, algodão, tabaco, abóbora, feijão, pimenta e tomate.

Com o crescimento massivo da cidade de Tenochtitlán, houve indisponibilidade de terras para o plantio e a sustentabilidade da cidade. Assim, eles desenvolveram o sistema Chinampas, construindo ilhas artificiais nas terras alagadas para aproveitar a lama fértil do fundo do lago aumentando a área de cultivo de seus produtos.

Assim como os Maias, eles tinham sistema de escrita, calendário próprio e rituais religiosos com sacrifícios aos deuses.

Mas este império caiu com a chegada e os massacres dos dominadores espanhóis.

Incas: Construíram um Império na cordilheira dos Andes. Estabelecendo se primeiro na região de Cuzco, devido ás condições geográficas, mas por volta do século XV expandiram seus domínios entre os planaltos das montanhas e o litoral do Oceano Pacifico.

Tinham técnicas avançadas para cultivar diversos alimentos em um território montanhoso e acidentado. Eles plantavam amendoim, milho, batata, feijão, tomate, abóbora, mandioca, algodão, cacau e pimenta.

Os camponeses eram organizados em grupos familiares chamados de Ayllu, onde cada um tinha um líder conhecido como Curaca, que organizava o trabalho agrícola e militar.

O líder do Império eram o Sapa Inca, era considerado descendente do deus Sol Inti Raymi. Os territórios eram divididos em 3 espaços: as terras do Inca - destinadas ao rei; as terras do deus sol - controladas por sacerdotes; Terra comum - destinada ao povo.

A religião Inca adorava a natureza, como o Sol, a Lua, o raio e a terra. Também faziam sacrifícios em rituais religiosos como os Astecas e Maias.

O mais impressionante foram as construções criadas por eles em um território acidentado. Os incas conseguiram construir Templos, palácios, fortificações e estradas que interligavam as cidades em cima da cordilheira dos Andes.

Para estas construções foi desenvolvido o sistema de Mita, onde eram escolhidos alguns habitantes de cada Ayllu para trabalhar pelos reis incas. Durante o tempo livre entre a semeadura e a colheita, os camponeses eram obrigados a construir caminhos, pontes, obras de irrigação, etc., como forma de pagamento de impostos.

Mas infelizmente, com a chegada dos espanhóis no século XVI, os Incas sofreram um final violento com a dominação espanhola e a resistência de Tupac Amaru (último líder Inca). Mas os conquistadores reutilizaram as estradas incas e o sistema de mita para escravizar o povo dominado.

Estas civilizações e povos são conhecidos na historiografia tradicional como Povos Pré Colombianos, em referência clara ao descobrimento do continente pelo genovês Cristóvão Colombo. Mas vale lembrar que este termo é bastante debatido e refutado academicamente, devido ao Eurocentrismo do termo. Desta forma também podemos nomear estas sociedades de Povos e Civilizações Nativos Americanos.

 

Questões:

 

  • (UEM-PR) Sobre o período pré-colonial da história das Américas, assinale a(s) alternativa(s) correta(s):


01) Muito antes da chegada de Cristóvão Colombo, a América já era ocupada por povos que viviam de formas extremamente variadas. Tais formas iam da organização tribal, como a dos povos que habitavam a região onde hoje está localizado o litoral brasileiro, até vastos impérios, como os dos astecas e incas. 

02) Os maias habitavam a região que hoje compreende o sul do México, a Guatemala e a Península de Yucatán; sua base econômica era a agricultura, sobretudo do milho.

04) Os maias, os incas e os astecas se organizavam em sociedades revesti das de um caráter sagrado; a religião parti cipava intimamente da vida coti diana desses povos e todas as funções dirigentes ganhavam legiti midades graças aos rituais religiosos que os cercavam.

08) Assim como os demais povos nati vos das Américas, os astecas e os incas se organizavam em sociedades igualitárias, ou seja, não ocorriam disti nções sociais entre os membros daqueles povos.

16) Os primeiros habitantes da região litorânea do Brasil, que os portugueses da frota de Cabral encontraram, eram praticantes de uma agricultura primiti va, iti nerante, realizada através de métodos rudimentares, como a coivara. 

32) As tribos indígenas que viviam na região oeste da América do Norte eram as únicas que haviam domesti cado os cavalos previamente à chegada dos europeus. Essa fato foi imortalizado no cinema nos filmes de “faroeste”.

Resultado =

 

  • (UEPG) Diversos povos habitavam a América quando os europeus chegaram. Era uma população com enorme diversidade cultural. Considerando a trajetória da história desses povos, assinale a alternativa correta em relação às suas realizações.


a) A epopeia de Gilgamesh foi uma das principais obras da literatura dos povos que viviam na América.

b) O código de Hamurábi foi o primeiro conjunto escrito de leis produzido pelos povos americanos.

c) Na pintura desenvolvida por esses povos, a figura humana era retratada com olhos, ombros e tronco de frente e o rosto e membros de perfil.

d) Um destes povos notabilizou-se como grande construtor de cidade, como é possível comprovar por meio das atuais ruínas de Machu Picchu.

e) As primeiras civilizações desta região nasceram às margens do Mar Mediterrâneo.

 

Comente abaixo sobre esse post:

Copyright © História Estúdio - 2019