Notícias

Home > Notícias > História da América > Encontrado Crânio de Luzia nos escombros do Museu Nacional

01 nov

Encontrado Crânio de Luzia nos escombros do Museu Nacional

História da América Por: Jason Jr. Comentários

Com 12 mil anos, o fóssil de Luzia estava desaparecido em meio os escombros do Museu Nacional, após o incêndio que consumiu grande parte do acervo da instituição em 2 de outubro.

Mas os dias que se seguiram ao incêndio, os pesquisadores começaram as buscas pelo acervo que conseguiu resistir ao incidente, em meio aos escombros.

“O crânio foi encontrado fragmentado e vamos trabalhar na reconstituição. Pelo menos 80% dos fragmentos foram identificados e podemos aumentar esse número” - Alexandre Kellner (Diretor do Museu Nacional)

Foram encontradas partes da testa e do nariz, uma parte lateral e o fragmento de um fêmur que pertencia ao fóssil, estas partes não estavam em exposição. Sendo o fóssil uma das mais importantes peças do acervo.

Os pesquisadores pretendem reconstruir o crânio, mas dependem de um repasse de verbas. De acordo com o diretor do Museu Nacional, a instituição está lutando no Congresso Nacional pelo orçamento, pois é um trabalho de recursos e tempo.

Vale lembrar que o trabalho arqueológico ainda não começou oficialmente, pois o Palácio São Cristóvão está passando pela fase de escoramento das paredes internas para evitar desabamento.

“Hoje é um dia feliz, conseguimos recuperar o crânio de Luzia e o dano foi menor do que esperávamos. Os pedaços sofreram alterações, danos, mas estamos otimistas com o achado de tudo o que ele representa. O crânio estava em um local preservado, estratégico. Ficava dentro de uma caixa de metal, dentro de um armário” – Claudia Rodrigues (Arqueóloga responsável peal equipe de escavação)

Comente abaixo sobre esse post:

Copyright © História Estúdio - 2020